02 março 2018

Apostas para o Oscar 2018

postado por Manu Negri


Senhoras e senhores, o Oscar já está batendo nas nossas portas: domingo, dia 04 de março, é dia de vigília no Twitter pra comentar os vestidos das celebridades e as justiças e injustiças da cerimônia.

E, como de praxe, eu por pouco não fui uma completa incompetente em assistir a pelo menos os filmes das categorias principais. Dessa vez, no entanto, não foi nenhuma negligência e falta de planejamento, mas falta de tempo mesmo. Mudanças significativas na minha vida, projetos novos, momento de organizar tudo, privação de sono, vontade de deixar tudo de lado por três dias e ficar jogando videogame etc.

Para este ano, estou positivamente surpresa! Entre os indicados a Melhor Filme, por exemplo, são vários filmes incríveis e que me pegaram de jeito (ui). As atuações estão soberbas, tanto femininas quanto masculinas. Ou seja, só motivos pra gente brindar com uma Cereser e fazer esse post gostosinho de apostas, que nada mais é do que uma desculpa pra falar de Oscar e filmes de novo, já que pra prever os ganhadores é só acompanhar o BAFTA, SAG Awards, DGA e afins, basicamente (taí a dica pra vocês fazerem seus bolões e ganharem as promoções de cinemas de onde cês moram).


MELHOR ATRIZ 


Concorrem:
Sally Hawkins - A Forma da Água
Frances McDormand - Três Anúncios Para Um Crime
Margot Robbie - Eu, Tonya
Saoirse Ronan - Lady Bird - A Hora de Voar
Meryl Streep - The Post - A Guerra Secreta

Para quem torço: Frances McDormand
Quem vai ganhar: Frances McDormand

Primeira vez concorrendo ao Oscar de Melhor Atriz, Sally Hawkins está ótima em A forma da água interpretando uma personagem muda e passando, só com o rosto e a linguagem corporal, a angústia, a insegurança, doçura e paixão de Elisa. Também estreando na categoria, Margot Robbie, essa pequena Barbie de Hollywood, ganhou destaque em O lobo de Wall Street por basicamente ser linda e em Eu, Tonya teve a chance de mostrar seu potencial artístico. Saoirse, em sua terceira indicação ao Oscar com apenas 23 anos, está deliciosamente engraçada, chata e fofa em Lady Bird, e isso é um elogio e tanto; afinal, graças a uma atuação que soube equilibrar todas as nuances por vezes divergentes de sua personagem adolescente, é que conseguimos ter empatia por ela. Meryl Streep dispensa apresentações; está bem, como sempre, e ouso dizer que é uma das únicas coisas realmente atraentes de The Post. Talvez Carey Mulligan, por Mudbound, ou Vicky Krieps, por Trama Fantasma, devessem ter concorrido também.

Mas Frances McDormand caga na cabeça de todo mundo. Na pele de Mildred em Três anúncios para um crime, ela é uma mulher amarga, endurecida pela morte da filha e, ao mesmo tempo, despedaçada por dentro. Ganhou o SAG, o Critic's Choice, o Globo de Ouro (que é igual a vários nadas na cadeia de importância das premiações, mas tá) e mais vários prêmios da temporada. Acho que não tem pra ninguém.


MELHOR ATOR

   
Concorrem:
Timotheé Chalamet - Me Chame Pelo Seu Nome
Daniel Day-Lewis - Trama Fantasma
Daniel Kaluuya - Corra!
Gary Oldman - O Destino de Uma Nação
Denzel Washington - Roman J. Israel, Esq. 

Para quem torço: Timotheé Chalamet
Quem vai ganhar: Gary Oldman

Se Daniel Day-Lewis ganhasse, eu também não ia reclamar nem um pouco. Daniel pode ganhar o Oscar de suggar daddy mais colosso. De sorriso mais charmoso. De melhor homão da pyrra a se aposentar em 2018. É, o Oscar pode até ter "mania" de premiar artistas por trabalhos anteriores (ainda mais nesse caso, quando é o último filme da carreira de alguém importante), mas, no caso desse cara, a indicação é merecida. Em Trama fantasma, ele mergulhou em um baita laboratório pra viver o perfeccionista e meticuloso estilista Reynolds Woodcok. Daniel Kaluuya está muito bem em Corra! (gosto dele desde aquele episódio de Black Mirror), assim como Denzel Washington em seu filme.

Minha torcida pra menino Timmy é por ele ter sido o principal motivo de eu ter gostado de Me chame pelo seu nome. O jeito como ele expressa sentimentos com o CORPO é fascinante. A cena final do personagem Elio encarando uma lareira por longos minutos me fez chorar tudo o que não chorei durante o longa. Entretanto, a estatueta deve ficar pro Gary Oldman - a Academia adora atores que se transformam para seus trabalhos, e em O destino de uma nação ele pode estar irreconhecível pra muita gente. Não só isso: o sujeito (que ganhou o SAG) vai muito além da surpresa de uma maquiagem muito bem feita e vive um Winston Churchill marcante.


MELHOR ATRIZ COADJUVANTE


Concorrem:
Mary J. Blige - Mudbound – Lágrimas Sobre o Mississipi
Allison Janney - Eu, Tonya
Laurie Metcalf - Lady Bird - A Hora de Voar
Octavia Spencer - A Forma da Água
Lesley Manville - Trama Fantasma

Para quem torço: Allison Janney
Quem vai ganhar: Allison Janney

Tirando Octavia Spencer, que, pelo segundo ano consecutivo, não sei o que está fazendo entre as indicadas da categoria (ela parece interpretar sempre a mesma personagem), todas as candidatas são merecedoras do prêmio. A atuação de Mary J. Blige é daquelas internalizadas, cheias de uma força que se mostra em momentos importantes. Laurie Metcalf faz a mãe de Lady Bird, que também gostei muuuito, principalmente porque consegui ver a mim mesma e à minha mãe nessas personagens do filme. Lesley Manville está maravilhosa como a irmã de Reynolds Woodcock, austera, autoconfiante e capaz de fazer você se urinar só com um olhar atravessado.

Embora Laurie tenha ganhado mais prêmios entre aqueles que concorria em relação ao número de Allison Janney, é esta quem deve ser a vencedora deste Oscar. Não somente pelos seus SAG e Critic's Choice, mas porque está diabolicamente mara como a mãe de Tonya Harding, também conhecida como a mãe que ninguém pediu a Deus. Mesmo baseada em uma pessoa real, duvidei que ela tivesse um coração de verdade batendo no peito.


MELHOR ATOR COADJUVANTE


Concorrem:
Willem Dafoe - Projeto Flórida
Woody Harrelson - Três Anúncios Para um Crime
Sam Rockwell - Três Anúncios Para um Crime
Richard Jenkins - A Forma da Água
Christopher Plummer - Todo o Dinheiro do Mundo

Para quem torço: Willem Dafoe
Quem vai ganhar: Sam Rockwell

Well, nessa categoria eu só morri verdadeiramente de amores pelo Willem Dafoe, que está incrível no espetacular fabuloso inesquecível maravilhoso


e sensacional Projeto Flórida. O personagem dele é VÍVIDO e eu queria ter ele por perto; um cara simples, administrador de um hotel-espelunca, mas muito atencioso com os hóspedes que mal tem onde caírem mortos. Richard Jenkins está bem em A forma da água, mas não me chamou a atenção, assim como Christopher Plummer. Que Deus me perdoe, adoro esse vovozinho, mas algo me diz que só foi indicado meixmo por causa da treta tretosa com o Kevin Spacey, que foi retirado do filme já na fase de pós-produção depois das acusações de assédio sexual e substituído pelo Plummer.

Me surpreendeu Woody Harrelson e Sam Rockwell indicados pelo mesmo longa, pois não é algo comum de acontecer; no entanto, não posso dizer que foi exagero: ambos estão excelentes em seus papéis. Minha torcida é do Dafoe porque o coração a gente obedece, mas ficarei muito satisfeita com a ganhadura do Rockwell, que interpreta um personagem babaquíssimo, porém cheio de camadas.


MELHOR DIRETOR


Concorrem:
Dunkirk - Christopher Nolan
Corra! - Jordan Peele
Lady Bird - A Hora de Voar - Greta Gerwig
Trama Fantasma - Paul Thomas Anderson
A Forma da Água - Guillermo del Toro

Para quem torço: Greta Gerwig
Quem vai ganhar: Guillermo del Toro

Sejamos diretos: caguei pra todo mundo aqui, é Greta na veia e o resto na cadeia.

A indicação dela como Melhor Diretora é histórica, já que, em todos esses anos de Oscar, é somente a quinta mulher a concorrer pela estatueta na categoria. Parabéns, Hollywood e Academia, por saírem aos poucos de suas cascas velhas e conservadoras. Mas a questão se resume a representatividade por aqui: Greta fez por merecer (aliás, faz há tempos, como roteirista e atriz), entregando um belo trabalho em Lady Bird e tendo seu talento finalmente reconhecido pelos grandões da indústria.

Guillermo del Toro, mais um mexicano que está entrando na lista de queridinhos da cerimônia (Iñarritú e Cuarón já se consagraram), vai levar a bola da vez com sua fábula fantasiosa lindinha. Ganhou o DGA e o Critic's Choice, pra mim não cheira e nem fede, mas em meu interior vou fingir que o prêmio é por sua obra-prima O labirinto do fauno.

Christopher Nolan, eu te amo, mas miga, Dunkirk nem deveria estar em nenhum lugar por aqui. 


MELHOR FILME


Concorrem:
Me Chame Pelo Seu Nome
O Destino de Uma Nação
Dunkirk
Corra!
Lady Bird - A Hora de Voar
Trama Fantasma
The Post - A Guerra Secreta
A Forma da Água
Três Anúncios Para um Crime

Para quem torço: Três Anúncios Para um Crime
Quem vai ganhar: Três Anúncios Para um Crime

Manos e manas, como eu disse lá em cima, são vários candidatos fortes.

Dos nove da categoria, apenas três considerei realmente méh: Dunkirk, The Post e O destino de uma nação. Lady Bird e Me chame pelo seu nome entraram na minha lista de Melhores filmes de 2017. Inicialmente, a passarinha era favoritíssima absoluta em meu lar, mas aí assisti a Três anúncios para um crime e a competição ficou acirrada. O drama com pinceladas de humor negro tem um roteiro, a meu ver, brilhante sobre a perpetuação do ódio e trabalha personagens falhos e multidimensionais por quem você fica genuinamente interessado, por mais escrotos que sejam (como o do Sam Rockwell e até mesmo o da Frances McDormand, dependendo do ponto de vista). Três anúncios venceu o Globo de Ouro como Melhor Filme, Melhor Atriz e Melhor Ator Coadjuvante; o SAG Awards de Melhor Elenco e o Critics Choice também nas categorias de atuação, além de ter sido muito bem avaliado nos festivais por onde passou, como Toronto e Veneza.

Em seguida, na minha ordem de preferência, vem o soberbo Trama Fantasma. Me chame pelo seu nome e A forma da água, igualmente lindos e que retratam uma história de amor "fora do convencional", brigam pelo lugar seguinte.

Mas, definitivamente, se Projeto Flórida tivesse MERECIDAMENTE concorrido a Melhor Filme, teria minha torcida integral com direito a apito, pompons coloridos e bandana na testa.


Outras categorias em que ainda posso palpitar:

Melhor Roteiro Original

Concorrem:
Doentes de Amor
Corra!
- Vai ganhar
Lady Bird - A Hora de Voar
A Forma da Água
Três Anúncios Para um Crime
- Torço

Melhor Roteiro Adaptado

Concorrem:
Artista do Desastre
Me Chame Pelo Seu Nome
- Torço e vai ganhar (ainda não terminei o livro, porém rs)
Logan
A Grande Jogada
Mudbound – Lágrimas sobre o Mississipi


Melhor Animação

Concorrem:
O Poderoso Chefinho
Viva - A Vida é uma Festa
- Torço e vai ganhar
O Touro Ferdinando
Com Amor, Van Gogh
The Breadwinner


(só vi dois dessa lista, mas Viva arregaça e já é sucessão)

Melhor Canção Original

Concorrem: 
"Remember Me" - Viva - A Vida é uma Festa 
"This is Me" - O Rei do Show
"Mighty River" - Mudbound – Lágrimas sobre o Mississipi
"Mystery of Love" - Me Chame Pelo Seu Nome - Torço e vai ganhar
"Stand Up for Something" - Marshall 

Ok, vamos lá: todas as músicas são boas, mas minhas favoritas disparadas são This is me e Mystery of love. Uma das duas vencendo, eu fico feliz. Remember me é lindinha, mas dentro do contexto do filme tem muito mais força; This is me é forte nos dois casos sendo a porta-voz dos oprimidos e Mystery of love tem uma melodia e letra belíssimas (amém, Sufjan Stevens).





Melhor Trilha Sonora Original

Concorrem: 
Dunkirk - Hans Zimmer
Trama Fantasma - Jonny Greenwood - Torço
A Forma da Água - Alexandre Desplat - Vai ganhar
Star Wars - Os Últimos Jedi - John Williams
Três Anúncios Para um Crime - Carter Burwell

Melhor Fotografia

Concorrem:
Blade Runner 2049 - Roger Deakins - Vai ganhar
O Destino de Uma Nação - Bruno Delbonnel
Mudbound – Lágrimas sobre o Mississipi - Rachel Morrison - Torço
Dunkirk - Hoyte van Hoytema
A Forma da Água - Dan Laustsen

Obs.: Rachel Morrison é a primeira mulher a ser indicada ao Oscar por Melhor Fotografia. Estou torcendo por isso mesmo, porque não assisti a Blade Runner 2049.

Melhor Figurino

Concorrem:
A Bela e a Fera
O Destino de Uma Nação
Trama Fantasma
- Torço e vai ganhar, o filme é sobre isso, porra
A Forma da Água
Victoria e Abdul - o Confidente da Rainha


Melhor Maquiagem e Cabelo

Concorrem: 
Extraordinário
Victoria e Abdul - o Confidente da Rainha

O Destino de Uma Nação - Vai ganhar, foda-se quem torce, bitches vocês já viram a maquiagem do Gary Oldman?


0 comentários:

Postar um comentário